[Resenha] Cair das Trevas - Cate Tiernan













Título: Cair das Trevas
Autor(a): Cate Tiernan
Páginas: 256
Editora: Galera Record



Como a sinopse deste livro conta praticamente a estória inteira, decidi mesclá-la com a minha opinião. Bom, vamos lá. Cair das Trevas é continuação de Amada Imortal que já resenhamos aqui, então se você ainda não leu corre lá ler, porque esta resenha pode conter spoiler do primeiro livro.

No primeiro livro Nastasya, uma imortal de mais de 450 anos de idade, busca refúgio em River's Edge, uma espécie de clínica de reabilitação para imortais. Agora ela está tentando se adaptar a nova vida, tentando enfrentar seu passado tortuoso e libertar-se de suas trevas. Claro que para isso ela precisa passar por um processo parecido com Daniel San, de Karate Kid, catando ovos, limpando o celeiro, acordando cedo. 

A única coisa em mim que parecia sólida como pedra, com a qual eu podia contar completamente em qualquer circunstâncias, era minha capacidade de fazer besteira. Isso era tão inevitável quanto o sol que vai nascer amanhã.

O problema é que além de odiar fazer tudo isso, libertar-se de seu passado não será tão fácil quanto ela imaginava. Nastasya consegue se manter bem até o Ano-Novo, onde tudo começa a desmoronar, ou pelo menos ela sente que sim. Coisas estranhas começam a acontecer a seu redor, o que a faz questionar suas chances de conseguir seguir em frente.

E, é claro uma caneca de chá fumegante, porque não se espirrava por aqui sem alguém aparecer correndo com uma caneca de chá. Seu braço foi amputado? Tome um chá. Tem um legado das trevas destruindo lentamente cada faceta da sua vida? Chá.

Normalmente o segundo livro das séries para mim são os mais fraquinhos. E com esse não foi diferente, o que não significa que é ruim, pelo contrário. Se no primeiro livro temos uma protagonista rebelde e com medo, em Cair das Trevas temos uma imortal confusa e perdida. Nastasya não consegue mais achar propósito nas coisas e não sabe mais se quer continuar tentando, sua família vem de uma grande linhagem das trevas e ela está começando a desconfiar que não exista escapatória para si mesma, além de seguir o mesmo caminho.

Se tudo isso não bastasse o seu relacionamento com Reyn, o vicking maravilhoso, não vai para frente e nem para trás. Então, nós leitores, ficamos presos naquelas narrativas de quero e não quero, o que é totalmente inervante. Porém, parece que a autora percebe e do nada joga uma cena de beijos súbitos e deliciosos na estória, o que nos deixa apaixonada e torcendo loucamente pelo casal. Confesso que por mim teria muito mais Reyn no enredo, mas entendo a razão da autora ter construído a estória como construiu, dando ênfase no crescimento pessoal e na luta interior de Nastasya.

A garota, de mais de 450 anos rs., não aguenta a pressão e resolve fugir de tudo. E nessa hora eu xinguei muito a Nastasya, que burrice!!! além de deixar o Reyn, lindo e maravilhoso para trás, ela acaba reencontrando os seus amigos do passado. No início tudo parece igual a antes entre eles, festas, bebedeiras e loucas noites. Mas, conforme os dias vão passando ela percebe que nem tudo é o que parece. O problema é que já é tarde demais e ela se vê em uma situação sombria, perigosa e destruidora.

A autora consegue colocar um suspense e uma tensão neste livro que não apareceu, pelo menos não de forma convincente, no primeiro. Se em Amada Imortal o perigo era imaginado ou mais como um sentimento, em Cair das Trevas ele é real e palpável, e pelo o que a autora deixou a entender ele será ainda mais desafiador no terceiro. Perdoei a fuga de Nastasya porque foi necessário que ela fugisse e enfrentasse o que enfrentou para perceber quem quer ser e o que quer fazer com a sua herança familiar. Agora ela está decidida do rumo que quer tomar! Bora ler o próximo livro para saber qual vai ser.

7 comentários:

  1. Confesso que só li os quotes, porque ainda não li o primeiro livro! hauhahua
    Beijos, Bru - www.naoemprestolivros.com.br

    ResponderExcluir
  2. OMG, preciso desses livros, amei a resenha do segundo assim como a do primeiro.

    meninoliterario40.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu preciso ler Amada Imortal o mais rápido o possível, essa série parece ser muito boa!

    Beijos,

    http://sweetlikecaramel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei!
    Preciso ler essa serie!

    Beijos,
    Paloma

    http://vivenciandomundos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Adorei ler sua resenha, a série parece que é muito boa.

    Beijos,
    Carol
    http://quetal-carol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Lili!
    Depois de ler sua resenha do primeiro livro, fiquei muito curiosa e coloquei na wishlist haha Pelo visto o segundo também é excelente! Adorei a resenha!
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
  7. Série interessante! Tô super curioso! Boa Resenha,Ótimo Post! ;)

    ResponderExcluir

© Meninas na Literatura | Layout por A Design e Ilustração por MK Designer