[Resenha] Mar da Tranquilidade - Katja Millay


Título: Mar da Tranquilidade
Autor(a): Katja Millay
Páginas: 368
Editora: Arqueiro

“Uma história de força, amor, perdão e segundas chances. Os dois protagonistas são incríveis e perfeitamente imperfeitos.” – Christy, GoodreadsNastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar.Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele.A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida. À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.Eleito um dos melhores livros de 2013 pelo School Library Journal, Mar da Tranquilidade é uma história rica e intensa, construída de forma magistral. Seus personagens parecem saltar do papel e, assim como na vida, ninguém é o que aparenta à primeira vista. Um livro bonito e poético sobre companheirismo, amizade e o milagre das segundas chances.

Eu literalmente acabo de ler esse livro e ainda estou meio fora do ar, a estória foi para um lado que eu achava até então, previsível, já que na sinopse esperamos um drama onde um está quebrado e o outro "conserta" e por fim, acabam se apaixonando, mas os problemas são muitos... 
Claro que obviamente o livro gira entorno do gênero, embora de uma maneira totalmente diferente do que já li até hoje.



Logo no inicio conhecemos Nastya e também todo o mistério que a envolve, uma jovem de 17 anos que passou por um trauma muito grande que a fez parar de falar agora, alguns anos depois resolve morar com sua tia em outra cidade para terminar seu último ano na escola seus planos para passar seu último ano sem ser incomodada por ninguém vai por água abaixo assim que ela conhece Drew.

Drew é aquele famoso rapaz bonito, galinha e que carrega aquela filosofia sou de todas e não sou ninguém, porém seu comportamento é exatamente ao contrário, ele é todos esses adjetivos que usei para descrevê-lo, mas também é uma pessoa engraçada e divertida que usa essa máscara de “puto” para conquistar as pessoas e conseguir o quer, ao mesmo tempo é amigo e companheiro. 
Logo no início, quando conhece Nastya seu principal objetivo é levar a moça para cama, mas como ela não dá bola para ele os dois acabam ficando amigos e nesse meio tempo Nastya se vê atraída pelo garoto tanto ou mais esquisito e solitário que ela, Josh.

Às vezes é mais fácil fingir que não há nada de errado do que encarar o fato de que etá tudo errado, mas não podemos fazer nada. 

Josh é um rapaz tranquilo que aprendeu desde cedo que a melhor maneira de se proteger é ficando sozinho, seu único e melhor amigo é Drew, ninguém tenta se aproximar e para ele está ótimo assim, pois dessa maneira não se prende a ninguém. Nastya porém, quer se aproximar do rapaz e quando ele se dá conta, ela está todos dias em sua garagem o observando e quando menos espera os dois constroem uma amizade natural e bela.

Então talvez eu ainda não seja capaz de acreditar no perdão, mas consigo acreditar na esperança e gostaria de acreditar no sonho das segundas chances.

O livro é narrado pelos protagonistas Nastya e Josh e, dessa maneira é mais fácil de entender e compreender as atitudes de cada um, no começo parece que autora deixa certas lacunas na estória, mas não é o que acontece, cada parte "inacabada" está interligada e mais para frente tudo é explicado. O livro se tornou um dos meus favoritos e acredito que Drew facilmente se tornou um terceiro protagonista é quase como se os três fossem um só, a amizade entre eles flui de uma maneira assustadoramente real. Enfim, a autora me conquistou de uma maneira sutil, apaixonada por essa estória, vale a muito a pena a leitura.

Beijos^^

9 comentários:

  1. Oi, Sa! Tudo bem?
    Bem, adorei a resenha e há algum tempo tinha me interessado por esse livro, imagina agora, depois dessa resenha!? Muuito animado pra ler ele logo e já vou até dar um jeito de comprar.

    Abraços,

    Pedrim
    http://pedrimoliveira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?

    Confesso que esse gênero não é muito o estilo que curto, mas é a cara da minha parceira de Blog, por isso, vou indicar pra ela.
    A única parte que vc destacou e que me faria ler, é a questão da bela amizade entre os 3.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Gostei da premissa do livro, e sua resenha ficou bem legal, beijos!

    ResponderExcluir
  4. Super curioso por esse livro. Sua resenha me convenceu e já quero.
    Adoro dramas adolescentes que vão muito além de namoricos.
    Beijo.

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Amigaaa, to afastada de drama, mas gosto muito, é que a minha vida é um drama ahuahuah! Brincadeira!! Na verdade depende do drama, eu gostei desse por ter protagonistas adolescentes, nada contra os mais maduros (porque sou uma senhora idosa já), mas quando é assim a trama tende a ser mais "divertida", eu sei que é uma drama, mas tem aquela pegada mais impulsiva, sentimental demais e racional de menos. Adorei.
    Beijos, Bru - www.naoemprestolivros.com.br

    ResponderExcluir
  6. Sabrina que resenha maravilhosa, confesso que nunca nem tinha reparado nesse livro, já vi várias vezes a 9,99 e sempre fiquei com um pé atrás. Mas após ler sua resenha fiquei bem curioso em relação ao livro, da próxima vez que ver ele será meu, ahauhaua.

    Abraços, http://www.meninoliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, Sa!
    Moça, que livro é esse? Adorei! A estória parece ser ótima e deve tocar bastante. Ainda nessa amizade dos três... Gostei muito! Quero haha Amei sua resenha!
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
  8. Oii, tudo bem?
    Fiquei bastante interessada em conhecer essa obra, em certos momentos já me vi muito atraída por essa capa e o enredo, e com toda certeza pretendo comprar em alguma promoção, ótima resenha!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Oii! Eu sempre achei essa capa linda e fiquei curiosa para ler esse livro, gostei da história, fiquei curiosa com os problemas todos que vc não contou. bjos

    ResponderExcluir

© Meninas na Literatura | Layout por A Design e Ilustração por MK Designer