[Resenha] Não Olhe! - F.M.L. Pepper


Nome: Não Olhe!
Autor(a): FML Pepper
Páginas: 350
Editora: Valentina

Zyrk pode estar com as horas contadas: a híbrida acabou de cruzar o portal e o frágil equilíbrio entre os quatro clãs encontra-se definitivamente ameaçado. Há milênios forças ocultas espreitam, aguardando apenas o momento de emergir das sombras e mostrar seu poder.
Fugir e sobreviver. Aceitar e lutar. Há muitos caminhos, mas qual deles seguir se a Morte possui várias faces?
Nina acorda entre a vida e a morte na terceira dimensão, levada para a sombria Thron. Richard, o nada confiável resgatador de apaixonantes olhos azul-turquesa, luta contra sua própria natureza. Cruel e sanguinário, Rick está confuso e cada vez mais cercado por seus inimigos.
Mesmo o melhor dos guerreiros, o mais temido e destemido, está protegido da força de um grande amor?
Ele e a híbrida viajarão por toda Zyrk, e ela irá se deparar com um universo fantástico, um mundo violento, o plano da Morte. Lutando para se libertar de seus medos e determinada a encontrar seu caminho e sua identidade, Nina embarcará em uma jornada de descobertas arrasadoras, um percurso sem volta.
Mas a garota das pupilas verticais descobrirá que as vontades do coração podem ser mais traiçoeiras que lendas ou maldições.

Gente do céu! Que livro é esse??? Não Olhe! é o segundo livro da série Não Pare! (confira a resenha aqui) da autora parceira FML Pepper. 

Nina, mesmo não querendo acreditar, está em Zyrk. Agora ela precisa lidar com um mundo totalmente novo e diferente do que ela conhece, marcado por um universo fantástico, com bestas perigosas, um mundo violento e hostil. Assim que chega à essa nova dimensão Richard a leva para o terrível líder de seu clã, Shakur. Se na Terra sua vida já corria perigo, em Zyrk as ameaças são ainda maiores. Isso porque os líderes dos quatro clãs querem colocar suas mãos na garota. 

Meu Deus! Então eu realmente estava em Zyrk? Agora não era apenas minha musculatura que se encontrava paralisada. Meu cérebro entrara em choque, quase um curto-circuito.


Em Zyrk a morte está em todo o lugar, literalmente! Amaldiçoados a não possuírem sentimentos positivos, os zirquinianos lutam entre si pela híbrida que tem o poder de os fazer se sentir bem. O primeiro desafio de Nina vai ser sobreviver ao reino de Thron, do qual Richard faz parte. Considerado o mais violento entre os quatro clãs, o líder e os soldados de Thron têm a fama de serem impiedosos, agressivos e brutais. A única vantagem que Nina vê em sua condição de prisioneira é que poderá ficar perto de Richard, o homem que a traiu mais uma vez, que a trocou por seus interesses egoístas e mesquinhos. Apesar disso, o coração da garota bate mais forte quando vê seus lindos olhos azul-turquesa e estar perto dele faz com que se sinta melhor. 

Tudo fica pior quando sua vida e digamos sua “pureza” é colocada em risco por Collin, filho de Shakur. Uma fuga é elaborada às pressas e Nina acaba nas mãos de Kaller, líder de Storm. Diferentemente de Shakur, Kaller não é conhecido por sua impiedade, mas por seus experimentos científicos. Fascinado pela vontade de sentir, o líder planeja possuir Nina sim, possuir no sentido de roubar sua pureza. A fuga, que parecia um alívio, torna-se outra provação para a garota, que se vê obrigada a escapar novamente. 


Somos seres amaldiçoados. É por isso que não sentimos as emoções positivas e as espetaculares sensações que vocês, humanos, podem experimentar. 



A história continua assim. Nina fugindo de soldados e líderes ávidos pelo poder que a híbrida tem, alguns buscando matá-la, uma vez que a consideram uma ameaça, e outro querendo preservá-la acreditando que ela é capaz de quebrar a terrível maldição que cerca Zirk. Mas a história não se resume a isso. O livro tem muita ação, fuga e batalha. A narrativa é de tirar o fôlego, meu pobre coração quase não aguentou tamanhas reviravoltas. 

Segredos, descobertas e muito conflito interno permeiam a relação tumultuada entre Nina e Richard. As cenas com os dois são minhas preferidas. own! Após ter seu coração ferido repetidas vezes, a garota está relutante em entregar-se novamente e em acreditar nas promessas e palavras de Rick. Estaria ele realmente nutrindo bons sentimentos por ela ou tudo não seria apenas mais uma de suas tramoias egoístas? Sua razão diz uma coisa, mas seu coração e seu corpo querem seguir por outro caminho, um caminho muito mais arriscado. Enquanto ela tenta descobrir o que fazer, peças de seu passado, especificamente de seu pai, começam a surgir, permitindo-a montar esse quebra-cabeça que é sua vida e sua família. 


Nina continua uma ótima protagonista: ousada, desafiadora, que não está disposta a se submeter às prisões zirkanianas. Rick, gente o que é esse homem meu, Deus!!!, está ainda mais perfeito nesse livro. Seu lado bruto e letal é a todo momento invadido por atos de carinho, pode-se dizer até de amor, que conquistam não apenas a protagonista como a leitora romântica e que geram confusão não apenas nele como em Nina. 

Em Não Olhe! Pepper dá destaque a outro resgatador, que está fortemente interessado em Nina, John. Ele já aparece no primeiro livro, mas de forma bem superficial. Aqui sempre que Nina não está com Richard, está na companhia de John. O que dizer desse ruivo doce e leal? John é um fofo! Diferentemente de Rick, o garoto é de boa índole, respeitoso e comprometido. Quase torci por ele no livro, já que ele é tão carinhoso e gentil, mas no fundo não teve jeito, sou totalmente team Rick! Seu jeito turbulento, sexy e guerreiro é muito forte e irresistível. 



Estou descontrolado e minhas ações perderam o sentido. Eu penso em você dia e noite, Tesouro. Tudo que digo é verdade. Por favor, acredite.




Gente, sério mesmo, vocês PRECISAM ler esse livro! Ele consegue ser melhor que o Não Pare! Eu devorava as páginas, ávida por mais informações a respeito da vida de Nina, por mais do romance às avessas desses dois, para saber o que ia acontecer. Teve uma parte da narrativa que tive que parar um pouco, já que estava tudo muito intenso. Isso é muito legal na escrita da Pepper, ela consegue passar para as palavras a intensidade dos sentimentos das personagens, fazendo a gente quase enfartar no bom sentido, tá? de tanta emoção. Fiquei com muita pena do Rick, oh homem perturbado! Já comecei a ler Não Fuja!, mas confesso que estou com um pouco de medo. Ao mesmo tempo que estou ansiosíssima para saber o que acontecerá com Nina, estou com medo da história não ser tão perfeita quanto essa e tirar um pouco o brilho do que eu sentir ao ler esse livro.  


6 comentários:

  1. Já chegaaaaaaaaaaaaa!! Eu que não quero mais olhar pra nenhuma resenha dessa série, cansada de não ter dinheiro pra comprar todos os livros!! Sou encanta deste que li a resenha da Nath, ai vem você e arrebata minha vida!
    Beijos, Bru - www.naoemprestolivros.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oh god. Que resenha linda, desde Não Pare que eu quero ler e agora você vem com essa outra resenha arrasadora, assim meu bolso não aguenta.

    Beijos, www.meninoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, Lili!
    Moça, não faça isso comigo! Desde que li "Não Pare!" desejo tipo pra ontem "Não Olhe!" ahhhh a estória é fantástica e a escrita da Pepper é maravilhosa! Não dá mesmo pra largar haha Quero!
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Resenha shoow! E eu precisoooooooo ler esse livro. Já tem um tempo que quero ler, e já vou subir pro topo. Fico feliz que tenha, em suma, gostado muito do livro. Isso me anima. :)

    Abraços,

    Pedrim
    http://www.pedrimoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Pelo amor de Deus, me dá todos os livros dessa série. Nunca te pedi nada! Sou apaixonada e a cada resenha que eu leio me animo mais para ler. Só me falta o famigerado dinheiro.

    http://umleitornooceano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus!! Preciso dessa trilogia! Adoro a premissa e sempre vejo falar super bem. Depois da sua resenha a vontade só aumentou,Parabéns...tá incrível!
    Beijo;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

© Meninas na Literatura | Layout por A Design e Ilustração por MK Designer