[Resenha] Caçadora de Tempestades - Jennifer Bosworth


Título: Caçadora de Tempestade
Autor(a): Jennifer Bosworth
Páginas: 288
Editora:Agir Now

Mia Pierce é viciada em raios. Já sobreviveu a inúmeros choques, mas seu desejo de receber a energia liberada durante tempestades coloca em risco sua vida e a de todos ao seu redor. Los Angeles, onde raramente há tempestades, é um dos poucos lugares em que Mia se sente segura. Mas quando um terremoto destrói a cidade, seu porto-seguro é transformado em um campo minado de caos e perigos. Neste cenário aterrador, dois grupos antagônicos se formam, e ambos vêem Mia como a chave para as profecias de uma tempestade ainda maior que está por vir. Mia quer confiar no enigmático Jeremy, que prometeu protegê-la, mas teme que ele não seja quem diz ser. No fim, o poder e a paixão que os aproximou pode ser o que vai colocar tudo a perder. Agora Mia precisa aprender a utilizar seus poderes, ou então pode acabar perdendo tudo o que ama.
  
Mia é diferente de outras garotas da sua idade. O motivo? Ela já foi atingida por mais raios do que já pode contar. Isso provocou reações estranhas, algumas visíveis – como as linhas raiadas e vermelhas que cobrem seu corpo – e outras internas, como uma constante tempestade que teima em se formar em seu coração. Sua paixão pela tempestade e pelos raios já colocou a garota em problemas, fazendo com que ela e sua família tivessem que fugir de sua cidade para Los Angeles.

Meu nome é Mia Price, e sou um para-raios humano. Será que existe um grupo de apoio para isso? Deveria, e vou dizer por quê. Meu nome é Mia Price, e sou viciada em raios.


Los Angeles está um caos. Após ser atacada por um terremoto, a estrutura da cidade como um todo foi abalada. Mia está tentando sobreviver, já que a comida e a água são elementos escassos no momento. Para piorar a situação, os cidadãos estão se dividindo em dois grupos: Os Seguidores do Profeta, uma espécie de culto que prega o fim do mundo como um castigo de Deus como punição pelos pecados do povo –  e Os Caçadores que procuram pessoas com a Centelha – pessoas atingidas por raios que possuem algum tipo de poder especial – logo Mia vira alvo dos dois grupos. Dentro de toda essa confusão surge Jeremy, um misterioso rapaz que possui a Centelha, que parece perseguir Mia, e que a aconselha a ficar longe dos Seguidores e dos Caçadores. Quem é esse misterioso garoto? Mia poderá confiar nele?

  

Este livro é uma explosão de fanatismo religioso, mistério e poderes sobre-humanos. Não, o livro não é religioso, de autoajuda ou como queiram chamar. É uma história de aventura, um tanto quanto pós-apocalíptica. Enquanto eu lia dois sentimentos me acometeram: estranheza e curiosidade. Quanto mais bizarro o livro ficava, quanto mais as atitudes dos Seguidores e dos Caçadores tornavam-se estranhas, mais eu queria saber o que iria acontecer, que lado Mia iria escolher, se é que ela escolheria um lado, e por Deus quem era Jeremy? Ele era quem eu pensava? E se fosse, o que isso significaria no enredo do livro?

A história é bastante original, nunca li nada do tipo. A protagonista não é uma heroína como as que estamos acostumadas a ver. Ela é uma pessoa extremamente humana, repleta de dúvidas e incertezas, que não está interessada no fim do mundo ou em como evitá-lo, pois a única coisa que importa é salvar sua vida e a da sua família. Seu medo de assumir seu potencial foi construído pela autora de forma natural e coerente, já que ser um para-raios humanos não é algo muito comum. 

O problema dos raios é que nunca se sabe o que podem fazer.

Jeremy fez toda a diferença na história. O suspense em volta do rapaz foi ótimo, seus segredos e suas revelações fizeram dele um jovem bonito e inalcançável ao mesmo tempo. Claro que me apaixonei por ele logo no início. Apesar de ter um poder diferente de Mia, assim como ela, ele tem dificuldades de lidar com as mudanças que o raio provocou em seu corpo. Na verdade, achei a situação dele mais difícil do que a dela, se fosse para escolher acho que escolheria o poder dela ao invés do dele.

A história toda se passa em três dias, mas a escrita da autora é tão boa que ela conseguiu construir uma narrativa fluida, interessante e envolvente. Recomendo o livro para quem gosta de sair da rotina, gosta de descobrir leituras novas e diferentes, com uma pitada de aventura.

6 comentários:

  1. Olá, Lili!
    A estória não me atraiu muito, mas fiquei curiosa. Ainda mais por gostar de estórias com essa pegada ;-) Ainda bem que apesar de se passar em três dias a autora conseguiu desenvolver haha Ótima resenha!
    Beijos, Garota Vermelha

    ResponderExcluir
  2. Hello, bom dia!
    Eu não conhecia o livro e agora estou curiosa, principalmente por não ser aqueles livros que a protagonista sempre é a heroína, sempre é bom ler livros diferentes. A resenha ficou muito boa, beijinhos!

    Refúgio da Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana, esse livro é bem diferente e eu achei que valeu a pena. Obrigada linda ;)

      Beijos

      Lili

      Excluir
  3. Comprei esse livro no sebo e estava enrolando para ler, depois de ler sua resenha... Fiquei com vontade! Até fui assistir o booktrailer pq não sabia que tinha <3
    Nuvem de Novembro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isabela, eu também comprei em um sebo, ficou encalhado aqui um tempo até que comecei a ler. O livro me surpreendeu... é bem diferente, mas achei legal. Espero que goste também.

      Beijos

      Lili

      Excluir
  4. Lili, esse livro já é super a minha cara, né? kkk
    Preciso ler, Jesus!
    A capa é linda e sua resenha me instigou muito.

    Abraços,

    PEDRO OLIVEIRA
    UM MENINO LEITOR

    ResponderExcluir

© Meninas na Literatura | Layout por A Design e Ilustração por MK Designer