[Resenha] A fúria e a Aurora - Renée Ahdieh

Resultado de imagem para a furia e a aurora
Título: A Fúria e a Aurora
Autor(a): Renée Ahdieh
Páginas: 336
Editora: Globo Alt

Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado.Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga.Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto.



Na trama conhecemos Sherazade, uma jovem de apenas 16 anos que não precisaria, mas movida por uma vingança resolve  se candidatar a próxima esposa do jovem Rei khalid  apesar de sua vontade de vingar a sua amiga Shiva, Sherazade tem medo da morte e com isso usa de um meio um tanto inteligente para permanecer viva e concluir sua vingança, ela começa a contar histórias ao rei todas as noites prometendo que vai continuar no dia seguinte  e com isso garantindo sua vida, pelo menos até a próxima aurora.

“Viverei para ver o pôr do sol de amanhã. Não se deixe enganar. Juro que viverei para ver tantos pores de sol quanto for necessário.E eu o matarei.Com as minhas próprias mãos.”


Khalid é o jovem Rei de  Khorasan apesar de ter apenas 18 anos, tem um passado extenso envolvendo os muitos assassinatos de suas esposas, um rapaz que vive atormentado e que obviamente esconde um segredo, mas que não ousa dividir com ninguém e, apesar de parecer inescrupuloso e frio a beleza de Sherazade o deixa enfeitiçado e a cada dia a personalidade de sua esposa o surpreendente, mas logo todos ao seu redor percebem sua mudança em relação a ela, ele a protege e não deixa que ninguém de seu reino a faça mal . De todo modo, logo Sherazade descobre que Khalid não é tão odioso quanto ela imaginava e logo ela descobre sentimentos por ele.
“Não sei o que está tentando fazer com Khalid, mas você é a primeira pessoa a sacudi-o em anos. E ele precisa ser sacudido.” 

Também temos alguns personagens secundários que se destacam, mas dois deles me chamaram uma atenção maior: O capitão Al - Khoury, primo de Khalid  um rapaz que tem um humor único e é muito leal ao rei mesmo sabendo que suas escolhas não são as certas, além de se tornar um amigo fiel a Sherazade,  também há o Tariq que certamente terá um peso na continuidade da estória ele é um amigo de infância de Sherazade e é visivelmente apaixonado por ela, mesmo não sendo um triângulo amoroso já que Sherazade é muito convicta de sua escolha em relação ao marido, acredito que ele irá lutar pela mocinha.
Porém, Sherazade acaba descobrindo o amor ao lado marido e mesmo o amando ela busca saber os segredos que se escondem nas paredes do castelo e não tem medo de enfrentar qualquer obstáculo que surgir em seu caminho.


“Se esforce mais, Shazi. Minha rainha não tem limitações. Ela não tem limites no que quer que faça. Mostre a eles.”
Preciso confessar que tentei ler a fúria e a aurora antes porém, achei um tanto confuso a principio, as palavras um pouco difíceis me pegaram de surpresa e acabei deixando o livro de lado temporariamente, mas como amo livros que envolve cultura de outros países resolvi então, começar a lê - lo novamente, e como muitos me apaixonei pela trama, quase me bati por não ter concluído anteriormente a leitura, estou muito envolvida com a trama e saber que a continuação sairá somente em 2017 me faz morrer de ansiedade.

5 comentários:

  1. Já morria de vontade de ler esse livro e agora quero ainda mais!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Sabrina. Eu amo livros que abordam outras culturas e temáticas. Para mim são os melhores, mas ainda assim não comecei a leitura porque sai de uma ressaca literária agora e ainda estou indo devagar com os gêneros desse tipo.
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Ooi! Tudo bem?
    Eu achei a ideia do livro bem massa, porém, saber que pode ter um triângulo amoroso... Me desanimou completamente.
    Amei a resenha! E a capa mesmo sendo simples é bem bonita :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Sabrina, que resenha maravilhosa!
    Eu quero muito, muito ler esse livro.
    Parece ser muito bom, tenho uma amiga que leu e amou.

    Att,

    PEDRIM OLIVEIRA
    UM MENINO LEITOR

    ResponderExcluir
  5. Olá, Sabrina!
    A estória me pareceu bem interessante :D Estou ansiosa para saber mais haha Quero! Ótima resenha!
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.com.br

    ResponderExcluir

© Meninas na Literatura | Layout por A Design e Ilustração por MK Designer