[Resenha] Respire - K.A Tucker



Título: Respire
Série: Ten Tiny Breaths #1
Autor(a): K.A. Tucker
Páginas: 320
Editora: Fábrica 231

Kacey Cleary não chora, não suporta o toque das pessoas e canaliza sua energia para treinos intensos de kickboxing. Tudo isso depois de um ano de reabilitação física e de mergulhar num mundo de drogas e álcool para tentar lidar com a perda dos pais, da melhor amiga e do namorado, num acidente de carro do qual ela foi a única sobrevivente. Protagonista de Respire, primeiro livro da série Ten Tiny Breaths, sucesso de K.A. Tucker que chega ao Brasil pelo selo Fábrica 231, Kacey chegou ao fundo do poço, mas resolve lutar para sair de lá por Livie, a irmã caçula. Depois de irem morar com uma tia religiosa fanática e seu marido alcoólatra, as duas fogem para Miami para tentar recomeçar, e Kacey terá que enfrentar seus fantasmas para derrubar o muro que ergueu ao seu redor. Às vezes, respirar torna-se uma missão quase impossível, mas K.A. Tucker mostra que é preciso neste romance sobre perdas, amizade, amor e superação.

Kacey está quebrada, está se afogando. Respire Kacey. “Apenas respire. Dez respirações curtinhas… Prenda o ar. Sinta-o. Ame-o”.

Após sofrer um trágico acidente de carro, no qual perde pessoas queridas, Kacey fecha-se em sua dor, criando um muro em seu coração. Munida com seu sarcasmo afiado, o único interesse da garota é proteger sua irmã mais nova Livie e descontar sua raiva em suas aulas de kickboxing. Por isso, quando o seu tio entra bêbado no quarto de sua irmã, Kacey não pensa duas vezes, faz as malas e foge para Miami.
Agora as meninas têm uma chance de começar uma nova vida, na qual ninguém conhece seu passado. O plano de Kacey era continuar se esquivando das pessoas, sustentar sua irmã e ir na academia. Mas, as coisas não serão tão fáceis assim. Sua vizinha, com sua filhinha fofa, vão fazer pequenas rachaduras em sua armadura. Até aí tudo bem, seus segredos ainda estão a salvo. Mas será que sua muralha de frieza e indiferença resistirá a Trent, o lindo vizinho do apartamento ao lado?

Nosso passado não é quem somos. Algumas vezes, nem nosso presente.
 
Para um New Adult, Respire é um ótimo drama. O que? Se você está procurando um daqueles N.A. com cenas quentes e tudo o mais, pode ser que se decepcione com esse livro, já que isso não é a prioridade da autora. Ela constrói toda uma tensão entre os personagens e na hora H as coisas acontecem muito rápido. AGORA, se você não liga para isso e busca apenas um bom livro, com uma dose de drama e superação, acredito que você vá gostar da história. Eu gostei muito!  
 
Em Kacey não encontramos uma protagonista comum. Seu jeito sarcástico e durão, sua língua afiada de quem não leva desaforo para casa fizeram com que ela se diferenciasse das mocinhas puras e recatadas que encontramos em outros livros. Achei que a personalidade da personagem combinou muito com sua história de vida, com seus traumas.  
 
Trevor despertou sentimentos confusos em mim. Em um momento ele aparece todo cheio de charme e sorrisos sedutores, em outro ele se afasta, pressionando a Kacey a se tratar e a procurar ajuda para lidar com seus traumas e dores. Claro que no final descobrimos o motivo desse vai e vem do personagem, gostei muito da forma como a autora trouxe os segredos e as motivações de Trevor a tona fiquei com um pouco de medo dele. A postura durona de Kacey acabou ofuscando um pouco o papel de sedutor de Trevor, mas como eu disse, se você encarar o livro como um drama, isso não será um problema. Eu gostei mais da forma como a autora construiu a amizade dela com Storm e sua filha Mia, que diga-se de passagem é uma gracinha.
 
O livro não é fantástico, mas é bom. É bonito ver o desenvolvimento de Kacey ao longo da história, ver sua armadura caindo, sua dificuldade de lidar com os sofrimentos do passado, que a impedem de ser feliz. Respire trata sobre o luto, a culpa e como as vezes as pessoas escolhem os caminhos errados para lidar com eles. Minha dica? Se você não for com muita expectativa vai gostar da história.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Meninas na Literatura | Layout por A Design e Ilustração por MK Designer